Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Paróquia dos Álamos, Funchal

N.ª Sr.ª e o Divino pelos sítios: 31 de maio de 2020, 17h-20h

Rosário pela paróquia dos Álamos, no fim do mês de Maria e Domingo de Pentecostes  

 

1 carro leva som, a imagem de Nª Srª* e as insígnias. Reza‑se 1 mistério no local e à hora indicados.

Sábado, 30 de maio de 2020, 18h – bênção da imagem (e sua coroa) que irá pela paróquia.

Início – igreja – sobe o Co Azinhaga – impasse da Azinhaga W–E – desce a ladeira de Santana  – desce o CoNovodeSantana...

17h001o gozoso: Anunciação – Centro da Sagrada Família...

desce o Co Penteada – Co Olival W–E –

17h102o gozoso: Visitação – impasse do Olival...

veredadoOlival...

desceaR.MercadodaPenteada–

inverte marcha no Co Penteada sob a via–rápida –

17h203o gozoso: Natal – capela de Na Sra do Amparo–Parreira

sobe o CoPenteada–

rotundaÁlamos–

sobe o CoAzinhaga–

Co Santana W–E –                                                                                                        

17h404o gozoso: Apresentação de Jesus – capela–largo Santana

  1. RradeSantanaW–E–

sobe o CoÁguadeMel–

Esta Cte Camacho de Freitas E–W –

17h555o gozoso: Encontro de Jesus – nicho da R. 1 da urbanização do Galeão

Esta CteCamachodeFreitasE–W–

desce o Co Escola S. G. –

18h051o luminoso: Batismo – urbanização no Co Escola do Gale­ão

desce... ao Co Novo da RradeSantanaE–W–

sobealadeiraSantana–

sobe o CoTerraço–

Esta CteCamachodeFreitasW–E–

sobe o Co Rra de Santana –                                                                                            

18h202o luminoso: Caná – cimo da «Ribeirinha»–entª 57

desce o Co RradeSantana–

Tva RroCanavialW–E–

sobe o Co Galeão

18h353o luminoso: Reino – «redondo»

desce... ao CoNovodoGaleão–

Esta CteCamachodeFreitasE–W–

sobe o CoTerraço–

sobe o Co Lombo Jamboeiro –

18h504o luminoso: Transfiguração – cimo do Lombo Jamboeiro

desce o CoLomboJamboeiro–

Tva Lugar do Meio E–W –

19h005o luminoso: Ceia – vereda–Tva Lugar do MeioW–E–

desce o CoLomboJamboeiro–

Esta CteCamachodeFreitasE–W–

sobe o Co Lugar do Meio –

19h101o glorioso: Ressurreição – cimo do Co Lugar do Meio 

desce... ao Co Salão –

19h202o glorioso: Ascensão – chã do Co Salão (nos 44–23) 

desce o CoSalão–

Co Bróteas –

19h303o glorioso: Pentecostes – cimo da R. Antero de Quental 

desceaR.AnterodeQuental–

CoÁlamosW–E–

desce o Bco Álamos –

19h404o glorioso: Assunção – ao longo do bco Álamos 

sobeaR.Martinsd’Almeida–

  1. Pe SanchoW–E–

Co Álamos W–E –

19h505o glorioso: Coroação de Maria – frente ao Solar dos Álamos 

rotunda Álamos – CoAzinhaga–

Fim – igreja.

cartaz 31mai2020.png

 

Ascensão d'Aquele que voltou de Lá pra contar a História

 

6.ª Semana da Páscoa A: 17-23mai2020

cartaz 31mai2020.png

 

Ousamos dizer «Pai nosso»

Alto Comité para a Fraternidade Humana.jpg

«Na primeira Leitura, ouvimos a história de Jonas, num estilo da época. Mas de que modo havia “alguma pandemia” na cidade de Nínive não sabemos; talvez uma “pandemia moral”; estava mesmo para ser destruída (cf. Jn 3,1-10). E Deus manda Jonas pregar: oração e penitência, oração e jejum (cf. v. 7-8). Diante daquela pandemia, Jonas assustou-se e fugiu (cf. Jn 1,1-3). Depois, o Senhor o chamou, pela segunda vez, e ele aceitou ir pregar isto (cf. Jn 3,1-2). E hoje todos nós, irmãos e irmãs de todas as tradições religiosas, rezamos: jornada de oração e de jejum, de penitência, convocado pelo Alto Comité para a Fraternidade Humana. Cada um de nós reza, as comunidades rezam, as confissões religiosas rezam, rezam a Deus: todos irmãos, unidos na fraternidade que nos une neste momento de dor e de tragédia.

Nós não esperávamos esta pandemia; veio sem que nós a esperássemos, mas agora está aí. E muita gente morre. E muita gente morre sozinha. E muita gente morre sem poder fazer nada. Muitas vezes se pode pensar: “Não me diz respeito, graças a Deus me salvei”. Mas, pensa nos outros! Pensa na tragédia e também nas consequências económicas, nas consequências sobre a educação, as consequências… naquilo que virá depois. E por isso hoje, todos, irmãos e irmãs, de toda e qualquer confissão religiosa, rezemos a Deus. Talvez alguém possa dizer: “Isso é relativismo religioso e não se pode fazer”. Mas como não se pode rezar ao Pai de todos? Cada um reza como sabe, como pode, como recebeu da própria cultura. Nós não estamos rezando um contra o outro, esta tradição religiosa contra aquela, não! Estamos todos unidos como seres humanos, como irmãos, rezando a Deus, segundo a própria cultura, segundo a própria tradição, segundo as próprias crenças, mas irmãos rezando a Deus. Isto é importante! Irmãos, fazendo jejum, pedindo perdão a Deus pelos nossos pecados, para que o Senhor tenha misericórdia de nós, para que o Senhor nos perdoe, para que o Senhor detenha esta pandemia! Hoje é um dia de fraternidade, de fraternidade olhando para o único Pai: irmãos e paternidade. Dia de oração.

Nós, no ano passado, aliás, em novembro do ano passado, não sabíamos o que era uma pandemia; veio como um dilúvio, veio de repente. Agora estamos acordando um pouco. Mas existem tantas outras pandemias que fazem as pessoas morrer e não nos damos conta disso, olhamos para outro lado. Somos um pouco inconscientes diante das tragédias que se verificam no mundo neste momento. Gostaria simplesmente de vos citar a vocês uma estatística oficial dos primeiros quatro meses deste ano, que não fala da pandemia do coronavírus; fala de outra. Nos primeiros quatro meses deste ano morreram de fome 3 milhões e 700 mil pessoas. Existe a pandemia da fome. Em quatro meses, quase 4 milhões de pessoas. Esta oração de hoje, para pedir que o Senhor detenha esta pandemia, deve levar-nos a pensar nas outras pandemias do mundo. Há muitas pandemias! A pandemia das guerras, da fome e muitas outras. Mas o importante é que, hoje — juntos e graças à coragem que o Alto Comité para a Fraternidade Humana teve —, juntos, fomos convidados a rezar cada um segundo a própria tradição e a fazer um dia de penitência de jejum e também de caridade, de ajuda aos outros. Isso é importante. No livro de Jonas ouvimos que o Senhor, quando viu como o povo tinha reagido — que se tinha convertido —, o Senhor cessou, desistiu daquilo que Ele queria fazer.

Que Deus detenha esta tragédia, que detenha esta pandemia. Que Deus tenha piedade de nós e que detenha também as outras pandemias tão horrendas: a da fome, a da guerra, a das crianças sem instrução. E peçamos isso como irmãos, todos juntos. Que Deus nos abençoe a todos e tenha piedade de nós».

TV2000, 14mai2020

Caminho, a verdade e a vida (V Domingo da Páscoa A, 10mai2020)

603.7.png

A partir de 9 de maio de 2020, se Deus quiser,

a igreja paroquial dos Álamos terá:

 

a porta aberta

aos Domingos, às 8h30,

e de 2.ª-feira a sábado, às 17h00;

 

≤ 130 fiéis dentro da igreja em cada Missa,

aos domingos, às 9h e às 11h,

e de 2.ª-feira a sábado, às 18h.

 

Queira, pela saúde de todos:

 

— sempre que possível —

manter ≥ 1 metro de distância do seu próximo;

 

— ao entrar —

ter máscara protetora posta,

desinfetar as mãos,

ocupar os lugares assinalados com autocolante,

|ˉˉˉˉ\|/ˉˉˉˉ| do meio prà ponta do banco;

 

— se for à Comunhão —

sair do banco pelo corredor central,

regressar pelo corredor do seu lado,

comungar na mão;

 

— após a Missa —

sair da igreja, pra imediata desinfeção dela,

não permanecer no adro, etc.

 

Obrigado.

Dia Mundial da Língua Portuguesa

dia Língua Portuguesa.png

O acontecimento comemorativo do Dia Mundial da Língua Portuguesa, organizado pelo Camões, I. P. (Instituto Camões), em parceria com Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e Organização das Nações Unidas ONU News será  disponibilizado a partir das 12h00 de dia 5 de maio no canal Instituto Camões do YouTube.

O acontecimento incluirá testemunhos do secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, do Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, do primeiro-ministro português, António Costa, do chefe de estado de Cabo Verde e presidente em exercício da CPLP, Jorge Carlos Fonseca, do secretário-executivo da CPLP, Francisco Ribeiro Telles, e de Sampaio da Nóvoa, representante de Portugal na UNESCO.

Testemunhos de escritores, desportistas, cientistas, artistas e demais individualidades gravados em vídeo serão igualmente divulgados, procurando dar expressão à dimensão pluricêntrica da Língua Portuguesa. Manuel Alegre, José Ramos-Horta, Mia Couto, Germano Almeida, Maria Manuel Mota, Adriana Calcanhotto, Fernando Pimenta, Flora Gomes, Carminho, Milton Hatoum e o Cardeal José Tolentino Mendonça são algumas das individualidades.

Um concerto com os cantautores Aline Frazão (Angola), Ivan Lins (Brasil), Teófilo Chantre (Cabo Verde), Manecas Costa (Guiné-Bissau), Stewart Sukuma (Moçambique), João Gil (Portugal), Tonecas Prazeres (São Tomé e Príncipe) e Zé Camarada (Timor-Leste) encerrará o acontecimento, que permanecerá disponível e de acesso público no YouTube.

Instituto Camões

E quem não tem uma mãe?

«Benzeu-se e procurou instintivamente a mão do filho, que já estava distraído» -

escrevia Laurinda Alves na Voz da Fátima 1170, a 13 de março de 2020, sob o título E quem não tem uma mãe?  -

«Estás a ver Nossa Senhora? 

O rapazinho acenou com a cabeça, que estava toda inclinada sobre o peito do pai, bem encaixada, e esticou os braços para cima e para trás, para o abraçar até ficar como que pendurado no seu pescoço.

A partir de agora a tua mãe é Nossa Senhora, nunca te esqueças».

Obrigado a outra Fátima que, há anos, me apresentou a criadora de ideia xis... 

Laurinda ALVES - E quem não tem uma mãe.) VF1170

 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub