Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Paróquia dos Álamos, Funchal

Desta da Luz (3.º catecismo)

  • Profissão de fé

  • Terminada a homilia, diz o Pároco — Quando fostes batizados, os vossos pais e pa­drinhos é que acenderam a vela do Batismo; hoje sois vós que a acendeis.

    • Pároco passa com o círio aceso junto dos bancos para que os padrinhos/pais acendam a vela do afilhado.

Credo: Em cada resposta (SIM, CREIO) ambos seguram e levantam a vela;

Pároco — Com a luz de Cristo a iluminar o coração de cada um e dos outros, professai a fé como fizeram os vossos pais e pa­drinhos:

Pároco — Renunciais às tentações do mal, para que o pe­cado não vos escravize?

Todos — Sim, renuncio.

Pároco — Credes em Deus, Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra?

Todos — Sim, creio.

Pároco — Credes em Jesus Cristo, seu único Filho, Nosso Senhor, que nasceu da Virgem Maria, padeceu e foi se­pultado, ressuscitou dos mortos e está à direita do Pai?

Todos — Sim, creio.

Presidente — Credes no Espírito Santo, na santa Igreja ca­tólica, na comunhão dos santos, na remissão dos peca­dos, na ressurreição da carne e na vida eterna?

Todos — Sim, creio.

Presidente — Esta é a nossa fé. Esta é a fé da Igreja, que nos gloriamos de professar, em Jesus Cristo, Nosso Senhor.

Todos Amen.

 

  • Oração dos Fiéis

Pároco Irmãos e irmãs, invoquemos a mi­seri­cór­dia e a graça de Deus para estas crianças e para todos nós que, hoje, aqui revivemos o grande dia do nosso Batismo. E digamos:

“Senhor, dai-nos a vossa luz.”

 

Leitor(es)

– Para que estas crianças

se deixem cativar por Jesus Cristo

e vivam como seus discípulos

à semelhança dos primeiros Apóstolos,

oremos ao Deus da luz e da vida.

 

– Para que estas crianças

vivam cada vez mais como filhos da luz

e assim testemunhem o Evangelho

pela palavra e pela vida,

oremos ao Deus da luz e da vida.

 

– Para que os pais e padrinhos destas crianças

vivam sempre como filhos de Deus

e possam ser para elas

exemplo de fé e de amor,

oremos ao Deus do amor e da vida.

 

– Para que todos nós aqui presentes

nos deixemos guiar, cada vez mais,

pela luz e o amor de Cristo,

para ajudarmos os outros a caminhar para Deus,

oremos ao Deus do amor e da vida

 

Pároco — Senhor, nosso Deus e nosso Pai, concedei-nos os dons que vos pedimos, pra procedermos levar ao mundo a luz de Jesus Cristo, Nosso Senhor.

Todos Amen.

11.ª semana do Tempo Comum B, início da novena e festa de São João Batista, tríduo e festa do Santíssimo Sacramento

660.1.png

660.2.png

660.3.png

660.4.png

660.5.png

660.6.png

660.7.png

660.8.png

Mão do Senhor

Não deixe pela igreja; leve a alguém-

№ 660 | ano XIII | publicação desde 26outMMVIII

11º Domingo Comum B, 13jun2021

 

Hoje, Dº13jun9h — Missa; 11h — Missa Ì J Luz

 

Cantemos todos

->] Entrada ¯CS-CT50

Vamos confiantes ao trono da graça e alcançaremos mise­ri­cór­dia.

Œ Transborda do meu coração u­ma bela palavra.* Vou cantar-te, ó Rei, este meu salmo.

 Belo és Tu e formoso, mais que qualquer dos homens.* Nobre encanto se difunde por Teus lá­bios.

Ž Teu trono, ó Deus, ficará para todo o sempre,* o Teu cetro de Rei é cetro de equi­dade.

 

& Coleta | pra rezar com quem está em casa, doente| Ó Pai, que semeais de mãos cheias a semente da verdade e da graça nos nossos corações, fazei que a recebamos com humilde confiança e a cultive­mos com paciência evangélica, bem sabendo que há mais amor e justiça sempre que a Vossa palavra frutifica na nossa vida.

 

¨ Palavra do Senhor

1ª| Ezequiel 17,22-34| Elevo a árvo­re modesta.

Responsorial ¯ML-SR-p220¯ É bom lou­var-vos, Senhor. + Salmo 91 (92)

2ª| 2 Coríntios 5,6-10| Empenhamo­‑nos em agradar ao Senhor, quer continuemos a habitar neste cor­po, quer tenhamos de sair dele.

¯Aclamação¯ Aleluia! Antí­fona: A se­mente é a palavra de Deus e o se­meador é Cristo:* quem O encon­trar permanecerá para sempre.

Evangelho| Marcos 4,26-34| A me­nor de todas as sementes torna-se

a maior de todas as plantas da hor­ta.

 

[><] Apresentação dos Dons¯ CS-CT864

A semente é a Palavra de Deus

e o semeador é Cristo.

|:Quem ouve a Sua Palavra

viverá para sempre.:|2X

Œ Feliz daquele que escolheis e chamais * para habitar em Vos­sos átrios. * Seremos saciados dos bens da Vossa casa, * da santida­de do Vosso tabernáculo.

 Visitastes a terra e a regastes * enchendo-a de fertilidade. * As fontes do céu transbordam em á­gua * e fazeis brotar o trigo.

Ž Assim preparais a terra, * regais os seus sulcos e aplanais as lei­vas. * Vós a inundais de chuva * e abençoais as sementes.

x Coroastes o ano com os vossos benefícios, * por onde passastes brotou a abundância. * Vicejam as pastagens do deserto, * e os outei­ros vestem-se de festa.

y Os prados cobrem-se de reba­nhos * e os vales enchem-se de trigo. * Tudo canta e grita de ale­gria. * com os vossos prodígios, Se­nhor.

 

Oração dos Fiéis = O.F.

sº|     Atendei, Senhor, a nossa prece.

dº1ª| Escutai, Senhor, a nossa oração.

dº2ª| Nós Vos rogamos, Senhor, ouvi-nos.

 

 Aclamação de anamnese Mistério da fé.

 

[<>] Comunhão ¯AC-CEC-II-p173

Saboreai como é bom

o pão que vem de Deus Pai!

|:No coração de Seu Filho

Seu amor saboreai!:|

Œ Coração de Jesus Cristo, * Fonte viva que sacia * Quem tem sede da verdade * Com as águas da a­legria!

v Jesus, por nós derramastes * Vosso sangue redentor * Sois o pão e sois o vinho * Que nos sa­cia de amor!

w Coração dilacerado * Pela crimi­nosa lança: * Divino Sol que nos enche * De luminosa esperança!

x Vossa divina palavra * Seja pão que nos sustenta! * Seja vinho de alegria * Que a nossa fé alimen­ta!

y Coração de Jesus Cristo, * De Deus Pai sois a morada! * Que o vosso Espírito Santo * Seja em nós chama sagrada.

 

[-> Final ¯ CG-CAmC280-p244

u Sois a semente que há de cres­cer, * sois a estrela que há de bri­lhar. * Sois o fermento da terra e o sal, luz nova no mundo a alas­trar. * Vós sois o sol da manhã a nascer, sois a espiga que há de crescer. * Vós sois no mundo de­núncia do mal, profetas que vou enviar.

Ide, amigos, pelo mundo anunci­ando o amor, mensageiros da vida, do perdão e da paz. Sede, amigos, testemunhas da minha ressurreição, Sede minha pre­sença; Eu convosco estarei.

vSois uma chama que há de a­cender esplendores de fé e amor. * Sois os pastores que hão de guiar * o mundo por sendas de paz. * Sois os amigos eleitos de Deus, * sois palavra que deve gri­tar. * Sois Reino novo que há de gerar, justiça, verdade e amor.

wSois fogo novo que eu vim trazer * sois a onda que agita o mar. * Sois o fermento que vai levedar * a massa do mundo melhor. * U­ma cidade não se esconderá * nem os montes se hão de ocul­tar. * Em vossas obras que bus­cam o bem * sereis testemunhas do amor.

 

Esta semana

 

2ªfª14jun18h ” Missa;19h J Perdão

1ª| 2 Coríntios 6,1-10

R| O Senhor revelou a Sua sal­vação. + Salmo 97 (98)

Evangelho| Mateus 5,38-42

o.f.| Convertei-nos, ao Evange­lho.

 

3ªfª15jun18h ” Missa;19h R prepara­ção

1ª| 2 Coríntios 6,1-9

R| Ó minha alma, louva o Se­nhor. + Salmo 145 (146)

Evangelho| Mateus 5,43-48

o.f.| Ouvi-nos, Senhor.

 

4ªfª16jun17h — atendo; 18h ” Missa;19h R preparação

1ª| 2 Coríntios 9,6-11

R| Feliz o homem que espera no Senhor. + Salmo 111 (112)

Evangelho| Mateus 6,1-6.18-18

o.f.| Socorrei, Senhor, o Vosso povo.

 

5ªfª17jun18h ” Missa;19h R preparação

1ª| 2 Coríntios 11,1-11

R| Fiéis e justas são as obras do Senhor. + Salmo 110 (111)

Evangelho| Mateus 6,7-15

o.f.| Pai nosso, que estais nos Céus, ouvi-nos.

 

São João Batista:

 

Novena\ Missa ß

 

6ªfª18jun17h — atendo; 19h
” Missa: LugardoMeio.

1ª| 2 Coríntios 11,18-21b

R| Deus salva o justo de todas as tribulações. + Salmo 33 (34)

Evangelho| Mateus 6,19-23

o.f.| Iluminai-nos, Senhor, com a Vossa luz.

 

Sº19jun”18h Ü Missa: Ribei­ra Grande.

 

De hoje a 8, XII Dº20junlº, 9h ”  Missa: Lom­bo Jamboei­ro; ” 11h Ü Missa; R15h ” J Eu­caristia=1ª Comunhão

1ª| Job 38,1.8-11

R¯ Cantai ao Senhor porque é eterno o Seu amor. Cantai ao Senhor, cantai! + Salmo 106 (107)

2ª| 2 Coríntios 5,14-17

Evangelho| Marcos 4,35-41

 

2ª21jun19h: Sa­lão.

 

3ª22jun19h: Santa­na.

 

4ª23jun19h: Ga­le­ão.

 

5ª24jun19h: Olival, Penteada, Água de Mel.

 

6ª25jun19h: Ála­mos.

 

sº26jun19h: Vigí­lia.

 

Dia da Festa\ Missa:

Dº27jun11h.

 

 

 

Santíssimo Sacramento

 

Tríduo/ Preparação

 

5ª1jul15h: cortar verdura; 18h: Missa, Adoração.

 

6ª2jul18h: Missa, Adoração.

 

sº3jul18h, Missa da Véspera do Santíssimo, com Confirmação = Crisma.

 

Obrigado a quem se disponibiliza pra fa­zer o tapete, só no adro (Dº4jul8h30): oeste (como em 2019) — Salão, Hospitalei­ras; claustro (como em 2019) — Gale­ão, Ri­beira Grande + Álamos e C.N.E; leste, das escadas/ rampa à porta principal — Lugar do Meio + Lombo Jamboeiro + Olival + Á­gua de Mel Ì urb.ão Penteada + Santana

 

Dia da Festa\ Missa:

Dº4jul11h.

 

Mensageiros, por favor, recolham folhas de oferentes e novos postais pròs mordomos.

 

 

/ Por nossas palavras

Continuação da Mensagem do Papa  pràs Vocações

«Além da chamada de Deus – que realiza os nossos sonhos maiores – e da nossa resposta – que se concretiza no serviço pronto e no cuidado carinhoso –, há um tercei­ro aspeto que atravessa a vida de São José e a vocação cristã, ca­denciando o seu dia a dia: a fideli­dade. José é o «homem justo» (Mt 1, 19) que, no trabalho silencioso de cada dia, persevera na adesão a Deus e aos seus desígnios. Num momento particularmente difícil, detém-se «a pensar» em tudo (cf. Mt 1, 20). Medita, pondera: não se deixa dominar pela pressa, não cede à tentação de tomar decisões precipitadas, não segue o instinto nem se cinge àquele instante. Tu­do repassa com paciência. Sabe que a existência se constrói ape­nas sobre uma contínua adesão às grandes opções. Isto corresponde à laboriosidade calma e constante com que desempenhou a profissão humilde de carpinteiro (cf. Mt 13, 55), pela qual inspirou, não as crónicas da época, mas a vida quotidiana de cada pai, cada tra­balhador, cada cristão ao longo dos séculos. Porque a vocação, como a vida, só amadurece atra­vés da fidelidade de cada dia.

Como se alimenta esta fidelida­de? À luz da fidelidade de Deus. As primeiras palavras recebidas em sonho por São José foram o convite a não ter medo, porque Deus é fiel às suas promessas: “José, filho de David, não temas” (Mt 1, 20). Não temas: são estas as palavras que o Senhor dirige também a ti, querida irmã, e a ti, querido irmão, quando, por entre incertezas e hesitações, sentes co­mo inadiável o desejo de Lhe doar a vida. São as palavras que te re­pete quando no lugar onde estás, talvez no meio de dificuldades e incompreensões, te esforças por seguir diariamente a sua vontade. São as palavras que descobres quando, ao longo do itinerário da chamada, retornas ao primeiro amor. São as palavras que, como um refrão, acompanham quem diz sim a Deus com a vida como São José: na fidelidade de cada dia». Con­tinua.

 

Há 8 dias: Vencemos os muito fortes com Jesus, o mais forte.

 

 

novena e solenidade de São João Batista; tríduo e solenidade do Santíssimo Sacramento

São João Batista:

Novena\ Missa

6ª18jun19h: Lu­gar do Meio.

sº19jun18h: Ri­beira Grande;

Dº20jun, 9h: Lom­bo Jamboeiro.

2ª21jun19h: Sa­lão;

3ª22jun19h: Santa­na.

4ª23jun19h: Ga­le­ão.

5ª24jun19h: Olival, Penteada, Água de Mel.

6ª25jun19h: Ála­mos.

sº26jun19h: Vigí­lia.

Dia da Festa\ Missa: Dº27jun11h.

Santíssimo

Tríduo de preparação prò Santíssimo Sacramento

5ª1jul15h: cortar  verdura; 18h: Missa, Adoração.

6ª2jul18h00: Missa, Adoração.

sº3jul18h, Missa da Véspera do Santíssimo com Confirmação = Crisma.

Obrigado a quem se disponibiliza pra fa­zer o tapete, só no adro (Dº4jul8h30): oeste (como em 2019) — Salão, Hos­pitaleiras;

São Batista mais antigo - Álamos - David Francis

 

claustro (como em 2019) — Galeão, Ri­beira Grande + Ála­mos e C.N.E;

leste, das escadas/ rampa à porta prin­cipal — Lugar do Meio + Lombo Jam­boeiro +Olival + Á­gua de Mel Ì  urb.ão Penteada + Santana

Dia da Festa\ Missa: Dº4jul11h.

Conhecemos «sacrários» abandonados

 

IMG000002.jpg

 

https://www.facebook.com/alamosparoquia?__cft__[0]=AZWfgTetZlng6qp4IlSgJh5s5NmIAIB_-hXvoInAyBvV4tSspIOHCalIE3TFcpL4oW_BxSPWMHWqXVl8AO2UBJRvJnmRpcmHg9wdxxloU2glF8-Uo3tBK1iHx5smjGVg2gM&__tn__=-UC%2CP-R

«Lugar e alimento

Jesus, explicou o Papa, prepara para nós um lugar e um alimento.

“Um lugar muito mais digno do que a «grande sala mobiliada» do Evangelho. É a nossa casa espaçosa e ampla aqui na terra, a Igreja, onde há, e deve haver, lugar para todos. Mas reservou- nos também um lugar lá no Céu, no Paraíso, para estarmos com Ele e uns com os outros para sempre.”

Além do lugar, Jesus nos prepara também um alimento, um Pão que é Ele próprio. “Estas duas dádivas – o lugar e o alimento – são tudo aquilo que precisamos para viver. São a alimentação e a morada definitivas. E ambas nos são dadas na Eucaristia.”

Coração palpitante

A Eucaristia, prosseguiu Francisco, é o coração palpitante da Igreja, é a única matéria nesta terra que tem verdadeiramente sabor de eternidade.

“É o pão do futuro, que já agora nos faz saborear um futuro infinitamente maior do que as mais risonhas expectativas. É o pão que sacia os nossos maiores anseios e nutre os nossos mais belos sonhos. Numa palavra, é o penhor da vida eterna, isto é, uma antecipação concreta daquilo que nos será concedido. A Eucaristia é a marcação, a «reserva» do paraíso.”

Fome de amor

Na Hóstia consagrada, além do lugar, Jesus nos prepara o alimento. Na vida, nutrimo- nos, não só com alimentos, mas também com projetos e afetos, anseios e esperanças.

As tecnologias mais avançadas não bastam: temos fome de ser amados. Na Eucaristia encontramos realmente Jesus, sentimos o seu amor. O Papa então faz uma exortação:

“Queridos irmãos e irmãs, escolhamos este alimento de vida: ponhamos em primeiro lugar a Missa, voltemos a descobrir a adoração nas nossas comunidades! Peçamos a graça de nos sentirmos esfomeados de Deus, de nunca nos fartarmos de receber o que Ele prepara para nós.”

Locais desconfortáveis, não exclusivos

Para nos preparar para este lugar e alimento, Jesus nos indica suas preferências: não locais exclusivos e excludentes, mas desconfortáveis:

“Há tantas pessoas privadas dum lugar decente para viver e do alimento para comer! Mas todos conhecemos pessoas sozinhas, atribuladas, necessitadas: são sacrários abandonados. Nós, que recebemos de Jesus alimentação e morada, estamos aqui para preparar um lugar e o alimento para estes irmãos mais frágeis.”

A Eucaristia se traduz na vida

Jesus pede que nos doemos aos outros, que deixemos de viver para nós mesmos, mas vivamos um para o outro. É assim que se vive eucaristicamente: derramando sobre o mundo o amor que recebemos da carne do Senhor. A Eucaristia traduz-se, na vida, passando do eu ao tu.

Para isso, é preciso abater os muros da indiferença e da conivência, remover as grades dos abusos e arrogâncias, abrir os caminhos da justiça, da equidade e da legalidade.

“A Eucaristia convida a deixar-nos levar pela onda de Jesus, não ficar arenados na praia à espera que chegue qualquer coisa, mas zarpar livres, corajosos, unidos”» (vatican.va, 3de  junho de 2018, 18h00).

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub