Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Paróquia dos Álamos, Funchal

Bem-aventurados os pobres; fotos das Candeias; Dia do Doente, 10 anos dos Vicentinos

14 de fevereiro

2009-2019

10 anos da Conferência de São Vicente de Paulo dos Álamos

DSCN6798

DSCN6795

DSCN6796

festa das Candeias (Apresentação do Senhor) e Dia do Consagrado

DSCN6780

DSCN6781

DSCN6782

DSCN6783

DSCN6784

DSCN6785

DSCN6786

DSCN6787

 

DSCN6789

Dia Mundial do Doente,

com presença da Sr.ª Dr.ª Lavínea, da Fundação São João de Deus, e palavras do seu presidente, Sr. Dr. Rui Ferreira AmaralDSCN6790

DSCN6791

DSCN6792

DSCN6793

 

Mão do Senhor

Não deixe pela igreja; leve a alguém.

№ 539 | ano xi | publicação desde 26outmmviii

Paróquia dos Álamos

6º Domingo Comum C, 17fev2019

Δ caminho da Azinhaga, 3 *9020-067 Funchal

Ŧ 291751451; hectoralamos@sapo.pt; alamos.blogs.sapo.pt

Há 8 dias: No V Domingo Comum C, que antecedia a passagem de... báculo entre bispos, na nossa Diocese, líamos, do Evan­gelho segundo São Lucas (5, 5-4)...

 

...Jesus, «quando acabou de falar, disse a Simão: "Faz-te ao largo [lema episcopal de D. António Carrilho] e lançai as redes para a pesca". Respondeu-Lhe Simão: "Mestre, andámos na faina toda a noite e não apa­nhámos nada. Mas, já que o dizes, lançarei as redes"» (Lecionário Dominical C).

I. e.:

...Jesus, «ut cessavit autem loqui dixit ad Si­monem: "Duc in altum et laxate retia ves­tra in capturam". Et respondens Simon di­xit: "Præceptor per totam noctem labo­ran­tes nihil cepimus; in verbo autem tuo [lema episcopal de D. Nuno Brás] laxabo retia» (No­va Vulgata).

naTuaPalavra

 

15h45: procissão Carmo-sé

16h: Missa — D. Nuno: bispo do Funchal

Recebe de S. António o báculo: «do latim, baculum, baculus, si­gnifica bastão, bordão, cajado. Em sentido figurado e simbólico passou a indicar “apoio”, pela sua função de ajuda no caminhar e, sobretudo, “autorida­de”, por analogia com a vara ou bastão que o pastor usa para con­duzir e dirigir o seu rebanho. No âmbito eclesiástico – na liturgia hispâ­nica, desde o século VII, e em Roma, talvez no século IX – o báculo passou a ser a insí­gnia simbólica do Bispo, como pastor da comunidade cristã».        

 

 

D. Nuno toma lugar na sua sede, «ou cadeira presidencial ao assento reservado a quem preside à celebração, em nome de Cristo. A sede é o lugar próprio daquele  que ensi­na, de quem tem autoridade. Quando o bispo preside a uma celebração, na sua ca­tedral, fá-lo a partir da sua cáte­dra ou “se­de”».

formiga&elefante

Hoje, Dº VI Dº Comum, lº do mês, 17fev­9h — Missa”11h — Missa com festa das Bem‑A­venturanças = 7º

Cantemos todos

->] ¯Entrada¯ FS-CEC-II-p39

Eu confio, Senhor, na Vossa bon­da­de. * O meu coração alegra-se com a Vossa salvação. * Cantarei ao Se­nhor, cantarei ao Senhor * |:por tu­do o que Ele fez por mim.:|2X

|: Cantarei ao Senhor, por tudo o que Ele fez por mim. :|2X

uDe todo o coração, Senhor, eu Vos dou graças, * porque ouvistes as palavras da minha boca.

vNa presença dos Anjos Vos hei de cantar, * e Vos adorarei, vol­tado para o vosso templo santo.

wHei de louvar o vosso nome, * pela vossa bondade e fidelidade,

xQuando Vos invoquei, me res­pondestes, * aumentastes a for­taleza da minha alma.

yTodos os reis da terra Vos hão de louvar, Senhor, * quando ou­virem as palavras da vossa boca.

zNo meio da tribulação Vós me conservais a vida, * e salva-me a vossa direita.

aSenhor, a vossa bondade é eter­na, * não abandoneis a obra das vossas mãos.

 

Coleta, prò ministério da Comunhão junto do doente, ca­da domingo: Ó Deus, que dispersais os soberbos e dais a vossa graça aos humildes, escutai o grito dos po­bres e dos oprimidos que chega a toda a parte; quebrai o jugo da vio­lência e do e­goísmo que nos torna es­tranhos uns dos outros, e fazei que, ao nos acolhermos co­mo irmãos, nos tornemos sinal da humani­dade reno­vada no vosso amor.

 

¨ Palavra do Senhor

| Jeremias 17,5-8| Maldito quem confia no homem; * bendito quem confia no Senhor.

Responsorial ¯ML-SR-p292¯ Feliz o ho­mem que pôs a sua esperança no Senhor. + Salmo 1,1-4.6

| 1 Coríntios 15,12.16-20| Se Cris­to não ressuscitou, é vã a nossa fé.

¯Aclamação¯ Aleluia! Antífona: Ale­grai-vos e exultai, diz o Senhor, * Porque é grande no Céu a vossa recompensa.

Evangelho| Bem-aventurados os pobres. Ai de vós os ricos.

 

[><] ¯Apresentação dos Dons¯ML-SR112

Felizes os pobres que o são no seu íntimo, porque deles é o reino dos céus. + Salmo 145 (146)

u O Senhor faz justiça aos oprimi­dos, * dá pão aos que têm fome * e a liberdade aos cativos.

v O Senhor ilumina os olhos dos cegos, * O Senhor levanta os a­batidos, * o Senhor ama os jus­tos.

w O Senhor protege os peregri­nos, * ampara o órfão e a viúva * e entrava o caminho aos pecado­res.

x O Senhor reina eternamente. * Sião, o teu Deus * é rei por todas as gerações.

 

Oração dos Fiéis = of -

sº18h: Cristo, ouvi-nos. Cristo, atendei-‑nos.

dº9h: Jesus Cristo, ouvi-nos.

dº11h: Ouvi-nos, ó Rei da eterna glória.

 

 /\    Aclamação de anamnese¯

P: Mistério admirável da nossa fé!

R: Quando comemos deste pão e bebemos deste cálice, anuncia­mos, Senhor, a vossa morte, es­perando a vossa vinda gloriosa.

 

[<>] ¯Comunhão¯ML-CT95

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.

Œ Feliz o homem que teme o Se­nhor * e ama ardentemente os seus preceitos. * A sua descen­dência será poderosa sobre a terra, * será abençoada a gera­ção dos justos.

 Haverá em sua casa abundân­cia e riqueza, * a sua generosida­de permanece para sempre. * Brilha aos homens retos, como luz nas trevas, * o homem mise­ricordioso, compassivo e justo.

Ž Ditoso o homem que se compa­dece e empresta * e dispõe das suas coisas com justiça. * Este jamais será abalado, * o justo
deixará memória eterna.

 Ele não receia más notícias, * seu coração está firme, confiado no Senhor. * O seu coração é ina­balável, nada teme, * e verá os adversários confundidos.

( Reparte com largueza pelos pobres, * a sua generosidade permanece para sempre * e pode levantar a cabeça com altivez. * Ao vê-lo, o ímpio fica indignado, * range os dentes e desfalece: * os desejos dos ímpios saem frus­trados.)

 

[->¯Final¯JRM-CAC349

Ide e ensinai, ide e ensinai,

ide e ensinai a toda a gente.

O Senhor é família, somos comunidade: alegria, irmão!

uDeixei na praia, a brincar na a­reia, * sonhos de infância, indeci­sões. * Tu me chamaste: Senhor, disse sim. * Manhã de esperança levo den­tro de mim.

vTu me ensinaste a ser pequeni­no, * A ser amigo, irmão de to­dos. * Ouço em silêncio o teu chamamento. * O sol vai alto; hoje é dia de ceifa.

 

Esta semana

 

2ªfª18fev18h—Missa: S. Teotónio.

1ª| Génesis 4,1-15.25

R: Oferece a Deus sacrifícios de louvor. + Salmo 49 (50)

Evangelho| Marcos 8,11-13

of: Ouvi-nos, Senhor.

 

3ªfª19fev18h—Missa.

1ª| Génesis 6,5-8

R: O Senhor abençoará o seu povo na paz. + Salmo 28 (29)

Evangelho| Marcos 8,14-21

of: Nós Vos rogamos, Pai santo.

 

4ªfª20fev17h—atendo; 18h—Missa.

1ª| Génesis 8,6-13

R: Oferecer-Vos-ei, Senhor, um sacrifício de louvor. + Salmo 115 (116)

Evangelho| Marcos 8,22-26

of: Ouvi-nos, Senhor.

 

5ªfª21fev18h—Missa.

1ª| Génesis 9,1-13

R: Do alto do Céu, o Senhor olhou para a terra. + Salmo 101 (102)

Evangelho| Marcos 8,27-33

of: Nós Vos rogamos: ouvi-nos, Senhor

 

6ªfª22fev17h—atendo; 18h—Missa: festa da Cadeira de São Pedro; 9 anos da vinda da Imagem Peregrina

1ª| 1 Pedro 5,1-4

R: O Senhor é meu pastor: nada me falta­rá. + Salmo 22 (23)

Evangelho| Mateus 16,13-19

of: Ouvi-nos, Senhor.

 

23fev, Dia do Pensamento C.N.E. ” 18h—Missa.

 

De hoje a 8, VII Dº Comum, 24fev9h — Missa ” 11h — Missal Ì JPai Nosso = 2º; 14h45 — partida dos

Álamos prà→

Festa de São Francisco Marto 2019

| 1Samuel 26,2.7-9.12s.22s

R¯ O Senhor é clemente e compassivo. + Salmo 102 (103)

| 1 Coríntios 15,45-49

Evangelho| Lucas 6,27-38

\/ Por nossas palavras  

18fev — São Teotónio fez por duas vezes a pe­regrinação a Jerusalém e, recusando a custódia do Santo Sepulcro, regressou à pá­tria, onde fundou, com onze religiosos, a Congregação dos Cónegos Regrantes da San­ta Cruz, em Coimbra.

20fev — Francisco Marto nasceu em Aljus­trel, Fátima, a 11jun1908, e sua ir­mã Jacinta Mar­to nasceu na mesma localida­de, a 11mar 1910. Na sua hu­milde família aprenderam a conhecer e lou­var a Deus e a Virgem Maria. Em 1916 viram 3 vezes um Anjo e em 1917 6 vezes Ma­ria, que os exortavam a rezar e a fazer peni­tência pela remissão dos pecados, a conversão dos pecadores e a paz prò mun­do. YImediatamente, com todas as forças, inflamados cada vez mais no amor a Deus e às almas, tinham uma só aspiração: rezar e sofrer. Francisco faleceu a 4abr1919 e Jacin­ta a 20fev1920. O papa S. João Paulo II des­lo­cou-se a Fátima a 13mai2000 pra os beati­ficar. O papa Francisco deslo­cou-se a Fátima a 13mai2017, no centenário das aparições e canonizou as duas primeiras crianças não már­tires.

 

 

22fev — Festa da Cadeira de São Pedro, A­pós­tolo, a quem o Senhor disse: «Tu és Pe­dro e sobre esta pedra edificarei a minha I­greja». No dia em que os Romanos costu­ma­vam honrar a memória dos seus defuntos, ce­le­bra-se o dia natal de São Pedro na Cadei­ra apostólica, que é venerada com o seu mo­nu­mento no Vaticano e tem a missão de pre­si­dir à assembleia universal da caridade. Cf. liturgia.pt

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub