Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Paróquia dos Álamos, Funchal

Cheio de compaixão, o Senhor deu liberdade e perdoou - 3.ª-f.ª17mar2020

17mar2020

TERÇA-FEIRA da semana III

Roxo – Ofício da féria.

Missa da féria, pf. da Quaresma.

1ª| Daniel 3,25.34-43

R| Lembrai-Vos, Senhor, da Vos­sa misericórdia. + Salmo 24 (25)

Evangelho| Mateus 18,21-35

o.f.| Ouvi-nos, Senhor.

* Pode celebrar-se a memória de S. Patrício, bispo...

Hora Intermédia

Salmodia

3.ª-feira III

Antífonas no Tempo da Quaresma antes do Domingo de Ramos

Tércia: Chegaram os dias da penitência: expiemos nossos pecados e salvaremos nossas almas.

Sexta: Por minha vida, diz o Senhor, Eu não quero a morte do pecador, mas antes que se converta e viva.

Noa: Com as armas da justiça e do poder de Deus, dêmos provas de confiança e fortaleza nas adversidades.

Salmo 118 (119), 97-104: Elogio da lei divina

Temos um mandamento de Deus: quem ama a Deus, ame também ao seu irmão (1 Jo 4, 21).

97 Quanto estimo, Senhor, a vossa lei! *

Nela medito todo o dia.

98 Vós me fizestes mais sábio que meus inimigos, *

porque tenho sempre comigo os vossos mandamentos.99 Tornei-me mais sábio que todos os meus mestres, *

porque medito sempre as vossas ordens.

100 Sou mais sensato que os anciãos, *

porque observo os vossos preceitos.

101 Desviei meus pés de todo o mau caminho, *

a fim de guardar a vossa palavra.

102 Não me tenho afastado dos vossos juízos, *

porque sois Vós quem me ensina.

103 Como são doces ao meu paladar as vossas palavras, *

mais que o mel para a minha boca!

104 Com os vossos preceitos me tornei prudente, *

por isso aborreço todo o caminho da mentira.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo, *

como era no princípio agora e sempre. Amen.

Salmo 73 (74): Devastação do templo

Não temais os que matam o corpo (Mt 10, 28).

I

1 Porque nos rejeitais, ó Deus, para sempre *

e se inflama a vossa ira contra as ovelhas do vosso rebanho?

2 Lembrai-Vos do vosso povo, *

que adquiristes outrora,

da tribo que resgatastes para vossa herança, *

do monte Sião onde habitais.

3 Dirigi os vossos passos para estas ruínas eternas: *

o inimigo tudo destruiu no santuário.

4 Os adversários rugiram no local das vossas assembleias, *

desfraldaram seus estandartes em sinal de vitória.

5 Pareciam homens a brandir o machado, *

numa espessa floresta.

6 Rebentaram os portais e as esculturas, *

a golpes de machado e martelo.

7 Deitaram fogo ao vosso santuário, *

profanaram e arrasaram a morada do vosso nome.

8 Disseram em seu coração: «Exterminemos tudo», *

incendiaram neste país todos os santuários de Deus.

9 Já não vemos os nossos sinais, já não há nenhum profeta, *

e ninguém entre nós que saiba até quando.

10 Até quando, ó Deus, hão de blasfemar os adversários? *

Quando deixarão os inimigos de insultar o vosso nome?

11 Porque retirais a vossa mão *

e escondeis a vossa direita?

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo, *

como era no princípio agora e sempre. Amen.

II

12 Ó Deus, desde sempre Vós sois o meu rei, *

que realizais a salvação sobre a terra.

13 Dividistes o mar com o vosso poder, *

esmagastes na água as cabeças dos dragões.

14 Quebrastes as cabeças de Leviatã *

e o destes em alimento aos monstros marinhos.

15 Fizestes brotar fontes e torrentes, *

secastes rios caudalosos.

16 Vosso é o dia, vossa é a noite, *

Vós criastes a lua e o sol.

17 Vós marcastes à terra os seus confins, *

fizestes o verão e o inverno.

18 Lembrai-Vos de que o inimigo insultou o Senhor *

e um povo insensato ultrajou o vosso nome.

19 Não abandoneis às feras a alma dos vossos fiéis, *

nem esqueçais para sempre a vida dos vossos pobres.

20 Olhai para a vossa aliança e vede: *

os recantos do país são antros de violência.

21 Não volte o infeliz confundido, *

possam o pobre e o indigente louvar o vosso nome.

22 Levantai-Vos, ó Deus, defendei a vossa causa, *

lembrai-Vos das injúrias contínuas do insensato.

23 Não esqueçais o tumulto dos vossos inimigos, *

o clamor sempre crescente dos vossos adversários.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo, *

como era no princípio agora e sempre. Amen.

Antífonas no Tempo da Quaresma antes do Domingo de Ramos

Tércia: Chegaram os dias da penitência: expiemos nossos pecados e salvaremos nossas almas.

Sexta: Por minha vida, diz o Senhor, Eu não quero a morte do pecador, mas antes que se converta e viva.

Noa: Com as armas da justiça e do poder de Deus, dêmos provas de confiança e fortaleza nas adversidades.

Missa

Cantemos todos

->]¯Entrada¯ partituras-padre-ignacio.com

Derramarei sobre vós água pura * e ficareis limpos de toda ini­quidade. * Eu vos darei. Eu vos darei. * Eu vos darei um cora­ção puro.

Salmo 41 (42)

Ž Enviai a vossa luz e verdade, * sejam elas o meu guia e me con­duzam * à vossa montanha santa * e ao vosso santuário.

ORAÇÃO COLETA

Não nos abandone, Senhor, a vossa graça: ela nos torne dedicados ao vosso serviço e nos obtenha sempre a vossa ajuda. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

LEITURA I Dan 3, 25.34-43

«De coração arrependido e espírito humilhado

sejamos por Vós recebidos»

De novo, uma liturgia da palavra de tipo penitencial, bem expressa na oração de Daniel. Ao lado da espiritualidade batismal, a Quaresma desenvolve a espiritualidade penitencial. Aliás, o batismo é sacramento de penitência, de conversão. A penitência é antes de mais, atitude que nasce no fundo do coração do homem. O sacrifício agradável a Deus é o “espírito humilhado” e o “coração contrito”.

Leitura da Profecia de Daniel

Naqueles dias, levantando-se no meio da fornalha ardente, Azarias fez a seguinte oração: «Por amor do vosso nome, Senhor, não nos abandoneis para sempre e não anuleis a vossa aliança. Não nos retireis a vossa misericórdia, por amor de Abraão vosso amigo, de Isaac vosso servo e de Israel vosso santo, aos quais prometestes multiplicar a sua descendência como as estrelas do céu e como a areia das praias do mar. Mas agora, Senhor, tornámo-nos o mais pequeno de todos os povos e somos hoje humilhados em toda a terra, por causa dos nossos pecados. Não temos chefe, nem guia nem profeta, nem holocausto nem sacrifício, nem oblação nem incenso, nem lugar onde apresentar-Vos as primícias para alcançar misericórdia. Mas de coração arrependido e espírito humilhado sejamos por Vós recebidos como se viéssemos com um holocausto de touros e carneiros e milhares de gordos cordeiros. Seja hoje este nosso sacrifício agradável na vossa presença, porque jamais serão confundidos aqueles que em Vós esperam. E agora Vos seguimos de todo o coração, Vos tememos e buscamos o vosso rosto. Não nos deixeis ficar envergonhados, mas tratai-nos segundo a vossa bondade e segundo a abundância da vossa misericórdia. Livrai-nos pelo vosso admirável poder e dai glória, Senhor, ao vosso nome».

Palavra do Senhor.

SALMO RESPONSORIAL Salmo 24 (25), 4bc-5ab.6-7bc.8-9 (R. 6a)

Refrão: Lembrai-Vos, Senhor, da vossa misericórdia. Repete-se

Mostrai-me, Senhor, os vossos caminhos,

ensinai-me as vossas veredas.

Guiai-me na vossa verdade e ensinai-me,

porque Vós sois Deus, meu Salvador. Refrão

Lembrai-Vos, Senhor, das vossas misericórdias

e das vossas graças que são eternas.

Não recordeis as minhas faltas

e os pecados da minha juventude,

lembrai-Vos de mim segundo a vossa clemência. R.

O Senhor é bom e reto,

ensina o caminho aos pecadores.

Orienta os humildes na justiça

e dá-lhes a conhecer os seus caminhos. Refrão

ACLAMAÇÃO ANTES DO EVANGELHO Joel 2, 12-13

Refrão: Glória a Vós, Senhor, Filho do Deus vivo. Repete-se

Convertei-vos a Mim de todo o coração, diz o Senhor;

porque sou benigno e misericordioso. Refrão

EVANGELHO Mt 18, 21-35

«Se cada um de vós não perdoar a seu irmão,

meu Pai não vos perdoará.

O perdão que esperamos de Deus vem associado ao perdão que oferecemos aos nossos irmãos. Não pode deixar de nos impressionar esta catequese, que assenta no que há de mais fundamental na mensagem cristã, como aliás o diz a oração que o Senhor nos ensinou: “perdoai-nos, como nós perdoamos’. O ‘Pai nosso’ é uma bela forma de oração de penitência.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus

Naquele tempo, Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou-Lhe: «Se meu irmão me ofender, quantas vezes deverei perdoar-lhe? Até sete vezes?» Jesus respondeu: «Não te digo até sete vezes, mas até setenta vezes sete. Na verdade, o reino de Deus pode comparar-se a um rei que quis ajustar contas com os seus servos. Logo de começo, apresentaram-lhe um homem que devia dez mil talentos. Não tendo com que pagar, o senhor mandou que fosse vendido, com a mulher, os filhos e tudo quanto possuía, para assim pagar a dívida. Então o servo prostrou-se a seus pés, dizendo: ‘Senhor, concede-me um prazo e tudo te pagarei’.

70 X 7.jpg

 

-lhe a dívida. Ao sair, o servo encontrou um dos seus companheiros que lhe devia cem denários. Segurando-o, começou a apertar-lhe o pescoço, dizendo: ‘Paga o que me deves’. Então o companheiro caiu a seus pés e suplicou-lhe, dizendo: ‘Concede-me um prazo e pagar-te-ei’. Ele, porém, não consentiu e mandou-o prender, até que pagasse tudo quanto devia. Testemunhas desta cena, os seus companheiros ficaram muito tristes e foram contar ao senhor tudo o que havia sucedido. Então, o senhor mandou-o chamar e disse: ‘Servo mau, perdoei-te tudo o que me devias, porque me pediste. Não devias, também tu, compadecer-te do teu companheiro, como eu tive compaixão de ti?’ E o senhor, indignado, entregou-o aos verdugos, até que pagasse tudo o que lhe devia. Assim procederá convosco meu Pai celeste, se cada um de vós não perdoar a seu irmão de todo o coração».

Palavra da salvação.

[><] ¯Apresentação dos Dons¯ CT319

|:O Senhor salvou-me.:|2X

|:O Senhor salvou-me

porque me tem amor.:|2X

Ž Quando éramos seus inimigos * Jesus Cristo deu a vida por nós.

ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS

Concedei, Senhor, que este sacrifício, oferecido para nossa salvação, nos purifique de todo o pecado e nos faça sentir o poder da vossa misericórdia. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

[<>] ¯Comunhão¯AAp+AC-CT748

 |:Quem bebe de qualquer fonte sempre terá sede no seu cami­nhar.:|2X

|:Quem bebe de Jesus Cristo tor­na-se nascente pra sempre a jor­rar.:|2X

ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO

A participação neste sacramento renove, Senhor, a nossa vida, nos obtenha a remissão dos pecados e o auxílio da vossa proteção. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

[->¯Final ¯ML-CT761

O_amor de Deus repou­sa em mim, o_amor de Deus me consagrou. O_amor de Deus me enviou a_anunciar a paz e_o bem. O amor de Deus me enviou a anunciar a paz e o bem.

O amor de Deus me es­colheu para estender o reinado de Cris­to entre as nações e celebrar sua glória entre todos os povos.

Por isso eu exulto em Deus meu Salvador.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub