Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Paróquia dos Álamos, Funchal

São Lourenço: «Eis o tesouro da Igreja».

CapaDF.Oragos e Paróquias (2).jpg

 

«Lourenço era um dos sete diáconos da Igreja de Roma. Foi uma das vítimas da perseguição de Valeriano. No princípio de agosto de 258, o imperador publicou um edito, ordenando que todos bispos, presbíteros e diáconos fossem imediatamente mortos. Esta ordem imperial foi imediatamente executada em Roma. A 6 de agosto, o Papa Sisto II foi preso numa das catacumbas e logo executado com dois outros diáconos, Felicíssimo e Agapito. Lourenço foi morto a 10 de agosto de 258, quatro dias após Sisto II e companheiros. A sua sepultura seria encontrada na Via Tiburtina. Celebram-se todos no mesmo dia, segundo calendário romano das festas do século IV. Ate então, poucos factos da sua vida se conhecem com certeza; era provavelmente de Toledo (Península Ibérica). São Dâmaso, santo Ambrósio de Milão e o poeta Prudêncio — contemporâneos do século IV — fornecem pormenores acerca da morte de são Lourenço. Dâmaso escreveu um panegírico em verso, que foi gravado em mármore e colocado sobre o túmulo do mártir. Ambrósio de Milão conta que, quando o tesouro da Igreja foi exigido a Lourenço, este levou consigo os pobres, a quem o distribuirá. Foi então entregue ao fogo numa grelha incandescente. Prudêncio descreve o martírio do diácono romano no seu hino a são Lourenço. Os Itineraria (século VII) situam o sepultamento deste celebrado mártir na catacumba de santa Ciríaca, no campo Verano. Cinquenta anos após a sua morte, foi construído um oratório, pelo imperador Constantino, sobre o túmulo do mártir. O papa Sisto III (432-40) construiu uma grande basílica no cimo do monte onde Lourenço foi enterrado, a qual foi ampliada pelo papa Pelágio II (579- 590). No século XIII, Honório III fez dos dois edifícios um só e assim permanece a basílica ate hoje. Durante o século IV, fixou-se o aniversario do martírio como festa quase tão solene quanto a de são Pedro e são Paulo. No século VI, era uma das mais importantes festas entre as muitas da Cristandade ocidental. Lourenço e nomeado junto de Sisto no Cânone Romano da Missa» (H. FIGUEIRA; D. FRANCISCO — Diocese do Funchal, Paróquias e Oragos; Diocese of Funchal, Patrons and Parishes. Funchal: SDEC, 2014, p.180).

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub